Isolamento térmico e Ar condicionado

O sistema de ar condicionado é responsável por grande parte do consumo de eletricidade em espaços comerciais varejistas. Nos meses mais quentes do ano este consumo aumenta, a conta de energia parece acompanhar as altas temperaturas da estação. Quando a loja não é condicionada ou possui apenas ventiladores o efeito das variações vem em outra ponta: o conforto térmico para os ocupantes. Neste caso, o que aumenta são as reclamações de funcionários e clientes. O isolamento térmico pode ser uma boa opção mas não é o que se vê em muitos casos.

Este efeito é marcado pela sazonalidade. Então, será que adianta apenas aumentar a carga instalada de equipamentos de refrigeração e ventilação? A resposta não é tão simples, e depende de fatores como o nível de conforto que a empresa pretende entregar em seu espaço comercial e a possibilidade de realizar reformas em lojas existentes. Para lojas novas as potencialidades são muito maiores na fase de projeto.

No contexto de supermercados, onde outro sistema importante é o Frio Alimentar, medidas de eficiência energética incorporadas em fase de projeto podem gerar economia de 50% do consumo total anual, comparando com uma loja concebida sem estas preocupações.

Tratar a envoltória: cobertura com isolamento térmico

Do ponto de vista da eficiência energética as abordagens passivas são sempre a primeira opção. Paredes, janelas e coberturas separam o espaço interno do meio externo. Portanto, nestes componentes estão grandes oportunidades para evitar o ganho de energia térmica que precisaremos eliminar por meio de sistemas de condicionamento ou que deixará nossos ocupantes desconfortáveis.

Então colocamos isolamento térmico em tudo, correto? Não. Não podemos aplicar isolamento de forma indiscriminada em toda a envoltória de um espaço comercial de varejo por vários fatores, dentre eles:

– Custo adicional de implantação;

– Atendimento ao conceito estético da marca;

– Condições bioclimáticas regionais.

Os dois primeiros fatores são determinantes em qualquer empresa de varejo; custo e estética são questões que o mercado brasileiro já domina. Por outro lado, as características do clima nas diversas regiões do país geram a necessidade de uma abordagem mais detalhada. É comum a especificação de telhas sanduíche como principal medida relativa à envoltória em espaços menores (1.000 a 2.000 m²). Em salões de venda maiores, entre 6.000 e 8.000 m², a solução costuma ser isolamento do tipo Face Felt com telha zipada. Porém o tipo de material isolante e a espessura impactam diretamente nos resultados.

A camada de isolamento promove uma redução do valor de transmitância térmica (valor U expresso em W/m²K). Isso significa que menos energia passará pela cobertura em uma determinada unidade de tempo. Outra característica importante é a Capacidade Térmica, que indica a quantidade de calor necessária para variar a temperatura de um material em uma unidade, expressa em J/(Kg.K) no Sistema Internacional. Combinadas, estas características nos auxiliam na escolha da melhor solução para isolamento da cobertura.

Banner

Quanto mais isolado melhor?

Reduzir o valor U ao extremo pode não ser a solução mais eficiente. Isto ocorre porque ao longo do dia temos variações de temperatura que podem ser expressivas dependendo da região do país, o que significa que por algumas horas do dia ou da noite a loja pode ser resfriada naturalmente.

Quando isolamos demais o edifício, impedimos que ele perca calor nestes momentos. Isso exige que nosso sistema de resfriamento ou ventilação continue trabalhando.

Em espaços comerciais existem outros ganhos de carga térmica importantes, como os resultantes de iluminação, claraboias, aberturas, equipamentos e dos próprios ocupantes. Podemos tratar cada fator isoladamente, porém pensar estratégias holísticas possibilitam melhor performance energética e economia na implantação de soluções.

Seja edifício novo ou em reforma a prática de projeto integrado auxiliado por simulações termo-energéticas pode alcançar grandes economias de energia que traduzem valor para as empresas, proporcionam níveis adequados de conforto e conferem responsabilidade ambiental aos empreendimentos.

Sua empresa prioriza e eficiência energética em suas lojas? Já pensou em formas de reduzir os gastos com energia? Quer entender mais sobre projeto integrado ou simulação? Entre em contato a Mitsidi!

gestao-energetica-mitsidi-ebook